"O maior dom de um artista, não é aquele adquirível com o tempo, mas sim o dom de improvisar". Essa frase faz total sentido quando se entende a arte de improvisar. O improviso não é só aquilo que o ator faz/fala ou o que acontece quando não esta presente no roteiro original, é muito mais que isso. O improviso bem feito pelo ator, por exemplo, é entender e enxergar que realmente o ator entrou no personagem e entendeu seus limites.

Se você, caro leitor, parar para estudar alguns improvisos em filmes, ira perceber que muitas vezes fatos importantes do cinema foram decididos na hora pelos atores (ou por fatos inusitados ocorrendo na cena) e acabaram fazendo com que a história do filme tomasse outro rumo ou, ao menos, que fossem criados alguns traços de personalidade dos personagens que não foram previstos pelo roteirista.

Ta duvidando? Sem problema, reunimos aqui algumas cenas importantes e totalmente improvisadas que definiram, muitas das vezes, o rumo das obras e dos personagens.

 

OS SUSPEITOS (THE USUAL SUSPECTS - 1994)

Começamos a lista com esse clássico dirigido por Bryan Singer e com um elenco de peso: Gabriel Byrne, Kevin Spacey, Benicio Del Toro, Stephen Baldwin, Kevin Pollak entre outros. A história do improviso é o seguinte: Em determinado momento do filme, os protagonistas são presos e irão ter que passar por um teste de reconhecimento. O teste consistia de todos darem um passo a frente e dizer a frase "me dê as chaves...", bom pelo menos era o que dizia o roteiro. Mas Singer deixou para cada ator decidir como iria falar tal frase, nos presenteando com um dos momentos mais legais do filme.

 

WARRIORS - SELVAGENS DA NOITE (THE WARRIORS - 1979)

O ator David Patrick Kelly foi o responsável pela cena a seguir. Um quanto perturbadora, a cena consiste do ator dizendo a frases "Warriors! Come out to play" (Warriors! saiam para brincar) para os guerreiros e segundo o próprio ator, a cena foi inspirada por um vizinho de infância.

 

CÃES DE ALUGUEL (RESERVOIR DOGS - 1992)

Os filmes do diretor Quentin Tarantino contam com algumas cenas de improvisos muito bem aplicadas e Cães de Aluguel não podia ser diferente. Ok, sabemos que a cena em que Mr. Blonde corta a orelha de Marvin já estava no roteiro. Mas o que poucos sabem (ou não) é que o diretor chegou para o ator Michael Madsen e deu carta branca para uma atuação livre, sem orientações. Resultado foi a cena a seguir com direito a dancinha e piadas de humor negro.

 

PERDIDOS NA NOITE (MIDNIGHT COWBOY - 1969)

Uma cena icônica em um grande clássico do cinema. A história dessa cena é engraçada: durante as gravações do filme, existia uma cena em que os personagens dos atores Dustin Hoffman e Jon Voight andavam pelas ruas conversando. Só que durante a filmagem da cena, um taxista distraído não percebeu que estavam gravando e atravessou o bloqueio de aviso de gravações, chegando a quase atropelar os atores. Foi quando Hoffman (sem sair do personagem) gritou com o taxista deixando a frase "Hey, eu estou andando aqui" entrar para a história cinematográfica.

 

 

TAXI DRIVER (1976)

Chegou a hora dela \o/ Como não falar daquela que talvez seja a cena improvisada mais conhecida no cinema. Repleto de cenas marcantes, o diretor Martin Scorsese conseguiu provar que com poucas palavras em uma direção é o bastante. Martin chegou para o ator Robert De Niro e disse: Converse com o espelho. De Niro só precisou dessa simples indicação, e conseguiu criar a frases marcante "You talking to me?" (Esta falando comigo?).  

 

INDIANA JONES E OS CAÇADORES DA ARCA PERDIDA (INDIANA JONES AND THE RAIDERS OF THE LOST ARK - 1981)

Essa é uma das cenas de improviso mais engraçadas de filmes e diz muito sobre o personagem interpretado por nosso querido Harrison Ford. Se você nunca assistiu a esse filme, primeiro, o que você ta fazendo da sua vida meu jovem? Segundo, para tudo, vai la assistir, tenta adivinhar qual cena é improvisada e volta aqui depois pra ver se acertou ok?

Agora para aqueles que já assistiram a esse clássico de Steven Spielberg, a cena a seguir é a da "luta de espadas". Em determinado momento do filme, estava programado que o personagem Indiana Jones iria ter uma cena de luta com espadas com um bandido em meio a um mercado de rua. Só que dizem as más línguas que um dia antes da gravação, o ator Harrison Ford estava com dor de barriga devido a uma intoxicação alimentar e ficou meio "fraco" (se é que você me entende) para fazer a cena. Então o ator junto com o diretor sentaram e bolaram juntos uma solução para a cena que você pode conferir a seguir.

 

STAR WARS: EPISÓDIO 5 - O IMPÉRIO CONTRA-ATACA (STAR WARS: EPISODE V - THE EMPIRE STRIKES BACK - 1980)

Adivinha quem ta aqui de novo? Harrison ford provou durante anos que entende muito bem os personagens em que da vida, entendendo suas manias, trejeitos e etc. Outra prova disso é na franquia Star Wars, precisamente no segundo filme ou quer dizer no quinto na ordem cronológica? Ah essas trilogias só servem para nos confundir, principalmente a primeira ou quer dizer a segunda em ordem de lançamento? Enfim, a dita cuja cena acontece em um momento crucial da franquia onde os personagens de Harrison Ford e Carrie Fisher se beijam e Carrie diz um "Eu te amo!". No roteiro estava programado para Ford retribuir o gesto e dizer "Eu também de amo!". Só que Ford foi tão genial e conhecendo bem o seu personagem que além de tudo é um cafajeste, improvisou e retribuiu com um simples "Eu sei".

Olha a fofoca, dizem por ai que o diretor George Lucas não gostou muito do improviso mas GRAÇAS A DEUS decidiu não cortar da versão final.

 

 QUERO SER JOHN MALKOVICH (BEING JOHN MALKOVICH - 2000)

Harrison Ford mais uma ve..... zuera! Dessa vez o improviso não foi creditado por Harrison Ford mas sim por um figurante. Isso mesmo, um figurante. Uma vez um grande sábio disse que "figurante é uma raça que deve ser estudada", até por que um figurante pode ferrar todo o seu filme se ele quiser. E é por causa deles, seja por querer ou sem querer, que acontecem algumas pérolas durante as gravações.

No filme Quero ser John Malkovich, acontece o seguinte: Os atores estão conversando em uma rodovia enquanto alguns carros passam por eles. Um dos figurantes que tinha que passar com um carro acaba participando de um jeito hilário da cena. O tal figurante antes de gravar a cena, digamos que consumiu um pouco de álcool, e por uma certa empolgação involuntária, acaba tacando uma lata na cabeça do ator John Malkovich. E não para por ai, ao tacar a lata, o figurante fanfarrão faz aquele velha brincadeira e grita "Hey Malkovich, pensa rápido!".

Você pode conferir a cena a baixo com a participação ao fundo do diretor Spike Jonze narrando o ocorrido e revelando que o figurante teve que ganhar um pouco a mais por ter uma fala no filme e que ainda o figurante conseguiu uma inscrição no SAG, o sindicato dos atores.

 

O ILUMINADO (THE SHINING - 1980)

Ah que filme lindo. O iluminado é tanto uma obra prima do escritor Stephen King como do diretor que adaptou a obra para as telonas, Stanley Kubrick. A cena acontece em meio ao grande climax do filme. O personagem interpretado pelo ator Jack Nicholson, em um momento de loucura e insanidade, tentar tirar a vida de sua mulher interpretada pela atriz Shelley Duvall. Na cena, a atriz fica trancada no banheiro tentando fugir do marido e em um momento icônico, o seu marido começa a tentar invadir o banheiro dando machadadas na porta trancada. Ao conseguir fazer um buraco na porta do banheiro, Jack Nicholson poe a cabeça na porta e totalmente no improviso grita "Heeeeeeere's Johnny!" (Aqui é o johnny!). Segundo o ator, o improviso foi inspirado em um apresentador americano chamado Johnny Carson que usava a mesma frases quando apresentava o seu programa.

Outros dizem também que a cena inteira da porta do banheiro é improviso, até a citação do clássico infantil "os 3 porquinhos".

 

LARANJA MECÂNICA (A CLOCKWORK ORANGE - 1972)

Outro filme CLÁSSICO do diretor Stanley Kubrick e que rendeu uma baita cena de improviso. A cena era simples, os bandidos deveriam entrar em uma casa e começariam a agredir os moradores. Só que não estava dando certo, não estava chegando ao que o diretor imaginava, e foi rodada varias vezes e nada. Foi então que o Kubrick teve a brilhante ideia (que a essa altura já percebemos que da certo) de chegar para o ator Malcolm McDowell e dizer: "Filho, faz o que você bem entender". O ator tendo passe livre para usar sua liberdade criativa bolou um grande cena com direito a uma interpretação da música "Cantando na Chuva" com uma pitada sádica. 

 

 

BÔNUS

 

O PODEROSO CHEFÃO (THE GODFATHER - 1972)

Como iriamos deixar passar sem falar dessa obra prima? O filme inteiro, assim como suas continuações, é repleto de cenas memoráveis. A cena em questão é logo no comecinho do filme e é a mais controversa. Se pararmos para analisar é uma cena simples mas que resume por completo toda a trama do longa. Em pleno casamento de sua filha, o mafioso Don Vito Corleone, interpretado pelo grande Marlon Brando, encontra-se em seu escritório tratando alguns assuntos de "família". Um desses assuntos é do personagem Bonasera, onde o mesmo pede para Don Corleone fazer "justiça" contra membros de uma quadrilha. Tais membros abusaram e espancaram sua filha já que ela não quis fazer sexo com um deles. É ai que uma simples frase dita por Don resume o principal conceito de sua família. Don chega para Bonasera e diz que os criminosos irão sim ser castigados mas que a qualquer momento de sua vida, Bonasera ira ser chamado para retribuir o favor a Don. "Ira ser feita uma proposta impossível de se recusar".

Mas onde esta o improviso ai?

Durante boa parte da cena, Don Corleone permanece sentado ouvindo o que Bonasera tem a dizer. Porém, Don está sentado acariciando um gato. Algumas pessoas dizem que foi o diretor, Francis Ford Coppola, que jogou o bichano no colo de Marlon Brando durante a gravação. Outros dizem que não, que foi o próprio Marlon Brando que viu o gato andando pelos bastidores dos estúdios da Paramount e decidiu usa-lo em cena. Não sabemos qual é a verdadeira versão mas sabemos com toda a certeza que o gato não estava no roteiro original e deu um toque marcante para a cena.

 

 

 

E ai, gostou? Já sabia de todos? Sabe de outras cenas? Então curta o post, compartilhe com os amiguinhos e comente qual cena você mais gostou e qual deixamos de fora. Quem sabe não fazemos uma segunda parte.